A ilha do pesadelo

Postado em 10/07/2022
Zagueiro Léo Santos quase fez em dois cabeceios

O Ituano fez a viagem mais longa deste Brasileiro Série B sabendo o que encontraria pela frente na ilha de São Luís, no Maranhão. Gramado fofo que exige dos jogadores, clima quente e abafado, e um Sampaio Corrêa invicto jogando no Castelão. Teria que fazer algo diferente para vencer estas dificuldades. E assim procurar manter o bom rendimento fora de casa das últimas três partidas. Não conseguiu e sofreu a pior derrota na competição. Perdeu por 2x0 e volta ao Maranhão pela segunda vez com uma derrota. Em 2014 perdeu para o rival Moto Club, na época pela Série D. Jogar na ilha de São Luís sempre foi difícil para qualquer adversário. “Veio confirmar o que tínhamos previsto. Jogar aqui não é fácil. Eles sabem jogar aqui e exploram bastante a parte física. No primeiro tempo nós conseguimos dobrar a marcação no Pimenta. Eles só criaram por ali. Mas não conseguimos jogar quando recuperamos a bola. Criamos muito pouco. Mesmo assim tivemos três situações claras de gol e não conseguimos concluir. Antes do intervalo falhamos num gol que não se pode falhar. Ainda mais nesta competição. Temos falhado em muitos gols. Depois, numa infelicidade nossa, eles marcaram o segundo gol, num lance de bola parada. Que é o forte da nossa equipe. Vacilamos na bola área. Assim eles mataram o jogo. Ficamos a dever muito hoje. O que me incomoda muito é que ficamos a dever no aspecto emocional, e principalmente voltamos a falhar em muitos gols. O que não pode acontecer em esporte de alto rendimento” comentou Mazola Júnior. Mesmo com a derrota, o Ituano manteve a 14ª posição após 17 rodadas completas da Série B.

O Ituano sofreu pressão do Sampaio Correa desde o início da partida. O time maranhense através do Pimentinha finaliza de fora da área. Numa dessas finalizações, a bola foi na trave. Ou em cobrança de escanteio com perigo e outra vez colocou a bola na trave. O Ituano reagiu em duas finalizações com chances de gol após jogada de Dudu Uma com Rafael Elias para defesa do goleiro. E outra de Neto Berola que chutou rasteiro no canto e a bola foi no poste. Antes do intervalo, Pimentinha mudou o script. Em vez de chutar de fora da área, fez jogada individual, entrou na área e deixou Gabriel Poveda livre para fazer o gol. "Tive aquela chance lá e infelizmente ela pegou na trave. Vamos voltar com atenção. Tentar fazer um gol, empatar o jogo e, se Deus quiser, sair com a vitória", falou Neto Berola na saída do primeiro tempo. O Ituano teve três boas chances de empatar em cabeçadas de Bernardo por cima, e duas com Léo Santos. O zagueiro do Sampaio tirou as duas bolas da direção do gol. Em outro lance, João Victor fez boa jogada individual e tocou para Aylon que bateu de primeira. Até que veio o lance fatal após cobrança de escanteio e sozinho dentro da área, Gerson Poveda desviou para fazer o segundo gol do Sampaio Corrêa. "Começamos o jogo desligados. Nós sabíamos que ia ser difícil aqui. Tinha o campo pesado, e eles não tinham perdido nenhum jogo em casa. Eles aproveitaram nosso momento de desligamento e fizeram o resultado", disse o meio campo Caíque na saída do campo.

Faltando duas rodadas para terminar o primeiro turno, o Ituano tem oscilado também na tabela entre 14º e 16º lugares. Com 4 vitórias em 17 rodadas, o técnico Mazola Júnior sabe que o time precisa voltar a vencer em casa. “Temos que ganhar do Londrina. Precisamos encerrar esta situação incômoda. Não podemos nos iludir com o empate diante do Grêmio e Cruzeiro no Novelli. Estamos a muitos jogos sem vencer em casa. Temos que fazer este resultado no sábado. Contamos com o apoio do torcedor do Ituano como sempre fez. No sábado, contra o Londrina, às 11 da manhã. É um jogo importantíssimo para que a gente mude esta situação na tabela de classificação. Estamos há muito tempo perto da zona de rebaixamento. Não é isso o que foi planejado. Não é onde este grupo tem que estar. Cobranças serão feitas. Vamos ter que reagir no jogo com o Londrina” afirmou Mazola Júnior. Em 8 jogos no Novelli Júnior o Ituano conquistou 10 pontos e duas vitórias. Venceu o Vila Nova e o então líder Bahia. Este último triunfo foi há mais de dois meses. Por isso, as palavras do treinador. Tanto em relação a reação do time como pela presença do torcedor no sábado pela manhã contra o Londrina. Depois deste jogo, o Ituano encerra a participação no turno na terça, dia 19, contra o Vasco, no Rio de Janeiro.

Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Ronald Felipe

Fotografo/Sampaio Corrêa

10/julho


Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.