Começou a contagem regressiva na Série B

Postado em 03/09/2022
Vinicius Paiva teve a chance de marcar no segundo tempo

Faltando 10 rodadas para terminar o Campeonato Brasileiro Série B 2022, começou a contagem regressiva para os 20 clubes. Cada um com o seu objetivo. Tanto quem briga pelo título, para entrar no G4 e conseguir o acesso, como aqueles clubes que lutam pela permanência ou para sair do Z4. Serão jogos decisivos a cada rodada. Para se aproximar ou se afastar do objetivo. Nestas partidas o que vai valer é a eficiência. Essa é a análise da derrota do Ituano contra o Náutico nos Aflitos. “O Ituano teve 24 finalizações, 53% de posse de bola, mais de 400 passes durante a partida, superioridade de jogadas no último terço de campo. Esse é o lado quantitativo do jogo. Só que no futebol também temos o lado qualitativo. Aí entra a efetividade e o Ituano não conseguiu ser efetivo. O que existe é a efetividade de converter em gol as chances criadas. E o Náutico foi mais efetivo” comentou o técnico Carlos Pimentel na coletiva após o jogo quando foi questionado pela imprensa pernambucana sobre a injustiça no placar. "Faltou fazer os gols, nós criamos algumas oportunidades de contra-ataque. Tínhamos que matar o jogo e isso desequilibrou o jogo com certeza. Estamos muito bem no returno. Agora é aproveitar os jogos em casa para tentar subir na tabela", disse o capitão Lucas Siqueira. Mesmo com a derrota, o Ituano permanece na parte de cima da tabela. No returno segue líder com um ponto à frente do Cruzeiro que ainda joga nesta segunda. Na classificação geral, agora está em 10º com os mesmos 37 pontos.

Para buscar a 5ª vitória no returno e a 3ª fora de casa, o Ituano empilhou oportunidades de gol. Mário Sérgio cruzou para o cabeceio de Barros, o goleiro Jean deu rebote e Aylon quase pegou a bola. Em outro lance, Aylon cabeceou para fora. Leó Ceará desceu em velocidade pela direita e bateu cruzado. A melhor chance foi com Kaio que acertou uma bomba de fora da área e Jean espalmou para fora. "Estamos no caminho certo. A gente sabia da dificuldade que é jogar aqui. Agora é caprichar nas finalizações e manter a pegada para sair com os três pontos", falou Kaio no intervalo. No início do segundo tempo, Gabriel Barros tabelou com Mário Sérgio que cruzou para o cabeceio de Aylon. Aos 5, Kaio finalizou para fora. Aos 14, Aylon recebeu de Gabriel Barros e finalizou rasteiro. Após cruzamento de Raí Ramos, o zagueiro Lucas Dias desvia de cabeça e a bola passa perto. Aí veio o melhor lance do jogo. O jovem Vinicius Paiva parte em velocidade, passa pelo marcador, avança para a área e bate no canto. Jean foi preciso e evitou o gol. Após a melhor chance veio o castigo. Pedro Vitor avançou pela direita e tocou rasteiro para Geuvânio antecipar e tocar na saída de Jefferson Paulino. O Náutico ainda fez o segundo gol num lance de contragolpe onde Geuvânio foi derrubado na área. Souza cobrou e fez 2x0 aos 41 minutos. “O Náutico jogou o jogo da vida dele. Assim como será o próximo até ele sair desta situação. Mas essa é uma característica de todos os clubes que estão ali nas últimas 4 posições. Também será dos demais clubes que estão acima. Tenho certeza que não faltou empenho para nós também. Ganhou quem foi efetivo” repetiu Pimentel.

A contagem regressiva para o Ituano começa com o próximo jogo em casa. Recebe no sábado às 11hs o Tombense. Nestes 10 jogos serão 6 em Itu e 4 jogos fora para chegar ao objetivo. “Vamos ter uma semana de trabalho. Esse é o bem mais valioso. De poder construir durante os treinos da semana a próxima partida. Nesta última semana foi muito tensa para todos os clubes. Foram 3 jogos num intervalo de 7 dias. Numa semana como essa você não consegue estruturar a equipe com treinamentos. Pelo rendimento e desempenho da minha equipe nestes três jogos, eu saio satisfeito. Porque sei que jogando bem, estamos mais próximos de conseguir o êxito. Então nesta semana manteremos nossa serenidade. Estamos preocupados em pontuar jogo a jogo para atingirmos nossa meta. O campeonato vai para os 10 últimos jogos. Vai afunilando e os times que estão ameaçados vem a campo como jogo de vida ou morte, como foi o Náutico. Não existe menosprezo para nenhum adversário e nenhum jogo que é ganho de véspera. Temos pautado a semana com sobriedade e com assertividade. A ideia é para que na próxima semana possamos buscar os três pontos contra a Tombense que hoje não conseguimos” explicou Pimentel que reafirma a primeira meta do Ituano. “Nós lamentamos sempre que não conseguimos pontuar, ou pontuamos menos daquilo que o jogo nos oferecia. Merecíamos um ponto, sim. No sentido do que foi jogado. Mas no futebol, como eu disse, a justiça no futebol se mede pela efetividade. Nós temos nossas metas. Queremos atingir os 44 pontos o mais breve possível. Faltam 7 pontos. Isto será a cada jogo. Cada jogo tem sua história, seu desafio e o Ituano tem que se preparar isso”.

Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Marlon Costa

Fotógrafo

03/setembro

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.