Ituano quer voltar a vencer em casa

Postado em 15/07/2022

O elenco do Ituano procurou assimilar rápido a troca de comando no profissional. Apesar da surpresa na reapresentação. “Nós chegamos no clube como se nada tivesse acontecido. Fomos todos pegos de surpresa. Quando fomos treinar, o Mazola já não estava mais. Não podemos lamentar a troca de comando. Vamos trabalhar e vencer em casa” disse Léo Santos que é o atleta com mais tempo de clube. Chegou para o sub 17 no retorno das categorias de base em 2011. E já na Copa Paulista teve as primeiras chances no profissional. Desde então, o Ituano teve 7 técnicos no profissional em 10 anos. “Não é o perfil do Ituano a troca de treinador. No futebol o treinador é sempre o primeiro a ser mandado embora. Os atletas acostumam com isso. Vamos acatar o trabalho do Pimentel que tem a nossa confiança. Vamos executar para fazermos um grande jogo contra o Londrina” comentou Léo Santos. O goleiro Pegorari também quer se adaptar o mais rápido possível. “Mazola fez um grande trabalho aqui, dando dois títulos para o Ituano. Deixando a gente com um certo padrão de jogo. Mas com a mudança de comando, o adversário não vai saber o que vamos fazer. Vamos começar a jogar de uma maneira diferente. Que nós possamos colher frutos, da mesma maneira que o Mazola quando chegou e implementou o trabalho dele. Agora são novos ares. O Pimentel tem uma ideia de jogos e vamos tentar seguir à risca o que ele tem para nos passar” disse Pegorari.

O primeiro jogo sob o comando do Carlos Pimentel será neste sábado, em casa, ás 11 horas. O primeiro objetivo é voltar a vencer no Novelli Júnior. “Estou na minha quarta temporada no Ituano e sinceramente não me lembro de ter ficado tanto tempo sem vencer em casa. O Novelli sempre foi nosso ponto forte de qualquer campeonato. A gente tem de tirar este peso de que tem que ganhar de qualquer jeito, mesmo sabendo que temos que vencer. Vamos jogar de uma maneira leve, mais tranquilo, e com confiança para a gente conseguir esta primeira vitória e voltar a ter o rendimento que sempre tivemos no Novelli” lembrou Pegorari. O aproveitamento no Novelli nesta Série B é de 41% em 8 jogos. O pior aproveitamento dos 8 últimos campeonatos desde que o Pegorari chegou em 2019. “No Paulistão conseguimos muitos pontos em casa. Foram pontos importantes. A Série B é um campeonato muito difícil. Temos que trazer este fator de jogar em casa, pontuar e vencer no Novelli” afirmou Léo Santos. No último Paulista, o aproveitamento em casa foi de 76%. A segunda melhor desde a Série D 2019 quando o Ituano não perdeu no Novelli e teve aproveitamento de 90%. “Nestas horas temos que vir aqui e pedir confiança. Pedir este entendimento. O futebol vive de ciclos. Agora teremos outras metodologias de trabalho para serem executados diante. Mas isto requer tempo. Peço sim que acreditem na gente. Claro que se perguntar para qualquer jogador, todos querem vencer todos os jogos. Mas não é assim que funciona. Vamos manter a cabeça no lugar porque quando encaixarmos uma sequência de vitórias as coisas irão melhorar naturalmente” pediu o experiente goleiro.

 Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Fernando Roberto

Fotografo

15/julho

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.