Ituano voltou a vencer na Série B. E no Novell.

Postado em 24/07/2022
Bernardo marcou seu 3o gol nesta Série B

O Ituano voltou a vencer no Brasileiro Série B após 25 dias. A última vitória tinha sido contra o Guarani em Campinas por 2x0. Foram 5 jogos até a vitória deste sábado contra a Chapecoense no Novelli Júnior. Em casa então o jejum era maior. Foram 84 dias desde a vitória por 1x0 contra o então líder Bahia na 5ª rodada. Coube novamente ao zagueiro Bernardo marcar o gol da vitória. “Fico feliz pelo gol, mas a vitória é de todos. O gol é de todo o grupo” disse Bernardo na saída de campo. “A vitória é a razão de tudo no esporte de alto rendimento. Fundamento maior de ser. Onde estávamos, beirando o Z4, traz um desconforto quando você passa algumas partidas sem vencer. Mas a sequência negativa nunca tirou a segurança. A vitória nos traz conforto, com muita serenidade. E muita alegria” comentou o técnico Carlos Pimentel na coletiva após o jogo. Com a quinta vitória na competição, o Ituano subiu três posições com 23 pontos. Está em 13º lugar. Voltou próximo da colocação que estava na 8ª rodada. E quando olha para a frente, ainda tem 18 rodadas para buscar o equilíbrio. “O que está faltando é regularidade. Se nós olharmos desde a primeira partida que foi justamente contra a própria Chapecoense. Vejo agora uma nova forma de jogar, uma nova identidade, uma nova proposta. Agora é o momento de aprimorarmos, porem com regularidade. Seja dentro ou fora de casa. O jogo com o Vasco mostrou isso também” afirmou Pimentel. Os dois próximos jogos serão fora. Contra CSA em Maceió e Vila Nova em Goiânia.

Com menos de um minuto, o Ituano mostrou o cartão de visitas. Dudu Vieira arrancou pela direita, entrou na área e na chegada do zagueiro cruzou rasteiro, para trás. Ninguém acompanhou o lance. A Chapecoense respondeu com um cruzamento para o atacante Perotti que trombou com o goleiro Filipe Costa. No choque, Filipe se lesionou. Tentou seguir na partida e não foi possível. Saiu para a estreia de Glauco no Ituano. Claudinho da Chapecoense experimentou de longe. A bola quicou no gramado, Glauco fez a defesa parcial, a bola tocou na trave e na volta ele segurou. Serviu para deixar todos ligados. Numa bola levantada da esquerda pelo Roberto, o zagueiro Bernardo subiu alto e desviou de cabeça para abrir o placar. O Ituano poderia ter feito o 2x0 com Gabriel Barros. Antes dele entrar na área, foi puxado pelo zagueiro Xandão. O VAR recomendou a revisão como lance para expulsão, mas o árbitro Jefferson Ferreira, após 5 minutos, não deu falta. No segundo tempo o Ituano manteve o controle de jogo e criou as melhores oportunidades para ampliar o placar. Gerson Magrão tocou para Rafael Elias que cortou para o meio, enquanto Magrão levou a marcação. Sozinho frente ao goleiro, Rafael Elias tentou bater chapado pelo alto, e a bola subiu. Depois no escanteio, Gerson Magrão quase fez gol olímpico. Saulo colocou para escanteio. Após cobrança curta, Roberto fez o cruzamento para Bruno Lopes ajeitar e bater de sem pulo. A bola raspou o travessão. Nos acréscimos, Gerson Magrão recebeu em velocidade, ganhou do marcador e na saída do goleiro, tocou de cavadinha. Saulo foi bem e espalmou. Magrão pegou o rebote e tocou para trás, para o Bruno Lopes que veio na corrida e finalizou. Bola tocou na trave antes de sair 

A vitória finalmente veio. E também a sensação de que 1x0 foi pouco. O experiente Gerson Magrão na saída do campo sorria com a vitória, e concordava com o sentimento de um placar maior. “O segundo gol poderia ter saído. Jogamos melhor e criamos boas oportunidades. Importante que desta vez vencemos” disse Gerson Magrão. Os quase dois mil torcedores que compareceram ao Novelli Júnior comemoraram a vitória e retribuíram o carinho dos atletas que foram agradecer ao apoio. “O torcedor é um grande termômetro. Não só do resultado que fica, a vitória. O Ituano clamava por isso. Não só o torcedor, mas os atletas, comissão e diretoria. Todos. O torcedor quando vê disputa, entrega, raça e o atleta despojado dando o seu melhor em pró do coletivo” comentou Carlos Pimentel que na entrevista final detalhou o que o time está vivendo nestas duas semanas na mudança de comando. “Além de um momento de alegria e realização, é um momento de gratidão aos atletas. Hoje encerramos 14 dias de trabalho. Com três jogos neste período. Foram trabalhos de vídeo, conversas individuais, padronização, mas não treinos no campo. Que é o que faz a diferença. Contra o Londrina tivemos muita determinação. Contra o Vasco muito foco e concentração. Hoje foi a somatória das características das duas partidas. Motivo de muita gratidão destes atletas que abraça a ideia do seu treinador”. Agora Pimentel terá uma semana cheia de treinos. O Ituano volta a jogar sábado à noite em Maceió contra o CSA.


Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Fernando Roberto

Fotografo

24/julho

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.