Léo Santos fala que esta é a Série B mais equilibrada

Postado em 19/05/2022

O zagueiro Léo Santos é o atleta mais antigo do atual elenco do Ituano. Não por acaso conhece e disputou todas as competições pelo clube. Desde a Série D em 2014, com o acesso na Série C no ano passado e agora disputando a Série B. São 6 Campeonatos Brasileiros disputados com 38 jogos, 2 gols e duas assistências. A mais recente assistência no gol de Lucas Nathan contra o Grêmio. No próximo sábado chega a 160 jogos no total. “Uma marca expressiva na minha carreira, jogando todos os Brasileiros e completando 160 jogos pelo Ituano. Fico muito feliz com esta marca e tantas competições disputadas” comentou o tranquilo Léo Santos que nasceu em Itu. E agradece o crescimento da presença do torcedor nos jogos no Novelli Júnior. “O resgaste da torcida da torcida do Ituano é fundamental. Nós do time precisamos deste apoio do torcedor. A gente sabe que aqui em casa nós somos muito fortes, e com o apoio deles ficaremos ainda mais” afirmou Léo Santos. Na primeira partida na Série B tinha 1.500 torcedores. No jogo contra o Bahia foram mais de dois mil torcedores. E na vitória contra o Grêmio foram mais de 5.400 torcedores.

Embora tenha jogado quase a carreira toda no Ituano, Léo Santos saiu emprestado algumas vezes para reforças times na Série B. Defendeu Ponte Preta, Criciúma e no ano passado o Cruzeiro. Por isso ele afirma que neste ano, a competição é muito equilibrada. “Esta é uma Série B das mais difíceis. Inclusive que já disputei. O jogo com o Operário será complicado. Também pelo horário. Vamos lá e colocar nosso ritmo de jogo e colocar em campo nossa experiência para buscar um bom resultado” comentou Léo Santos que é um dos 4 atletas do elenco que jogou o tempo todo nas 7 rodadas da Série B. Experiente, Léo Santos lembra que o campeonato é longo e o mais importante é ter um elenco forte. “Sempre deixo claro que o mais importante é o elenco. Não tem titular ou reserva. Temos um bom elenco. Todos estão preparados para fazer um grande jogo”. Contra o Operário em Ponta Grossa no sábado, Léo Santos avisa. “Hoje em dia o futebol está muito parelho. Só a camisa não vai ganhar. Temos que colocar nosso ritmo, mesmo jogando fora de casa. O futebol está igual para todos os clubes”.

Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Fernando Roberto

Fotografo

19/maio

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.