O Ituano está na final da Série B

Postado em 30/10/2022
Aylon marcou os dois gols da vitória

Na disputa de mata-mata das últimas três rodadas do campeonato de pontos corridos do Brasileiro Série B, o Ituano foi vitorioso e está na final. No confronto direto com o Sampaio Corrêa em casa na semana passada, o empate eliminaria os dois clubes. O Ituano venceu. Jogando no estádio do Café contra o Londrina na sexta, novamente precisava da vitória contra um adversário que ainda tinha chances. Novamente o Ituano foi letal. Venceu por dois a zero, com dois gols de Aylon e chega na última rodada disputando uma das vagas do acesso para a Série A. “Com a vitória do Sampaio contra o Vasco na véspera, todos nós estávamos no hotel, concentrados e claro, houve muita comemoração. Mas lembrei a eles na preleção, que nada adiantaria ter novamente a possibilidade do acesso, se a gente não vencesse o Londrina. Se não fizéssemos a nossa parte. A resposta foi imediata dentro do vestiário após a oração. Nunca vi tanta vibração e energia. O jogo é jogado, mas muito do que aconteceu no jogo hoje, foi da convicção que demonstraram lá dentro e que estávamos indo para uma noite feliz” explicou o técnico Carlos Pimentel na coletiva. Com a 15ª vitória na competição, campanha mais vitoriosa do clube em 19 participações de Brasileiros, o Ituano conquistou o título simbólico do 2º turno. Chegou ao total de 57 pontos na 5ª posição. O Vasco tem 59 pontos. A última rodada marca para o próximo domingo em Itu, Ituano e Vasco. Será o jogo do acesso. “Primeiro a gente nunca deixa de acreditar. Desde que assumimos, foi justamente no jogo contra o Londrina no 1º turno, que o acesso era improvável. Só que o improvável não significa impossível. E nós construímos por etapas. A primeira era fazer 44 pontos com 11 vitórias para escapar do rebaixamento. Fizemos. A segunda etapa era ser o melhor paulista da Série B. Somos. A terceira etapa era ser campeão do 2º turno. Com a vitória contra o Londrina, fomos. O título é simbólico, sim. Mas, é gratificante! Agora é a final no próximo domingo. Quem disse que não tem final nos pontos corridos. O Vasco é grande. Não tenha dúvida disso. Só que eu olho para o nosso torcedor e conclamo para eles lotarem o Novelli Júnior. O Hino do Ituano fala “És um gigante guerreiro”, quando nós temos o apoio do nosso torcedor. É a hora de lotar o Novelli e equilibrar estas forças. Um grande contra um gigante” afirmou Pimentel.

Jogando em casa e também com chances de chegar vivos na última rodada, o Londrina começou atacando. Nas duas finalizações com Matheus Lucas. Nas duas finalizações, o goleiro Fillipe Costa evitou o gol colocando para escanteio. Após metade do primeiro tempo, o Ituano foi mais incisivo e chegou ao gol. Aos 27, o jovem Vinicius Paiva na direita, fez um passe longo com precisão entre três jogadores do Londrina. A bola chegou a frente de Aylon que finalizou forte no canto para abrir o placar. Aos 40, Gabriel Barros fez boa jogada pela esquerda, entrou na área, e cruzou rasteiro para Vinicius Paiva. Ele driblou o marcador e bateu rasteiro. O zagueiro tirou em cima da linha. Antes do apito do 1º tempo, Gabriel Barros entrou novamente na área e desta vez foi derrubado. Pênalti marcado. Aylon cobrou no canto. A bola bateu no pé da trave e saiu. "É um jogo difícil, tivemos chances de matar o jogo, mas é ter a cabeça no lugar para o segundo tempo. Sabemos tudo que envolveu a noite passada, com a derrota do Vasco. Nada vai ser decidido hoje, mas precisamos vencer" lembrou Aylon. No vestiário, o técnico Pimentel lembrou que foi muito importante ter marcado o primeiro gol. E cumprimentou o Aylon pelo gol que fez. Isso era mais importante. A resposta veio rapidamente no segundo tempo. Aos 7, o lateral Roberto deu o bote, recuperou a bola, tocou para Nathan que devolveu na frente. Roberto foi a linha de fundo, passou pelo marcador e ao levantar a cabeça, viu a entrada de Aylon pelo meio. Ele rolou para Aylon completar e fazer o 2x0. "Estou muito feliz, foi um lance individual ali. Vamos comemorar hoje e, depois, pensar no jogo da vida. Vamos com tudo para cima do Vasco" comemorou Roberto que fez sua terceira assistência na competição. A vitória tinha sido construída e confirmada com duas boas defesas de Fillipe Costa. Primeiro numa bomba de Douglas Coutinho e outra numa finalização de Danilo em chute cruzado. Fillipe Costa fez seu 4º jogo sem sofrer gol em 6 jogos disputados na competição. O Ituano chegou a 10 jogos sem sofrer gol desde que Carlos Pimentel assumiu o time na 18ª rodada.

O Ituano no 2º turno conquistou 34 pontos, com 11 vitórias em 18 jogos. No 1º turno conquistou 20 pontos com 4 vitórias em 19 jogos. Durante toda a campanha na primeira parte da competição, o time nunca “pisou” na zona de rebaixamento. Mas, também não conseguiu ter uma regularidade e uma sequência positiva. O técnico Carlos Pimentel, que assumiu a equipe antes da virada do turno, explica os motivos desta virada. “A virada de chave é conhecer com profundidade o elenco que você tem na mão. Saber as possibilidades que você pode exercer. Ser verdadeiro. Não prometer o que você não pode cumprir. É gente cuidando de gente. Este quinteto de vertentes eu nunca abandonei. Eles precisavam de encorajamento. Precisavam de uma outra proposta de jogo. Um jogo mais ofensivo. De uma gestão mais compartilhada. O jogo é do jogador. Não é do treinador. Nós fomos muito felizes e eles acreditaram. Os resultados vieram e por isso estamos numa situação privilegiada” explicou Pimentel que trabalhou no clube em 2009 e 2010. E retornou depois de uma década trabalhando no Japão para viver a ascensão do Ituano. “A ficha demora para cair. Esta noite tive vários sonhos. Meus sonhos são fracionados. Sonho com um lance, com o próximo jogo, com a preleção. Eu retornei do Japão ao Ituano em 2019 como preparador físico. Até então o Ituano era um clube sem divisão. E em 2019 conseguimos o acesso da D para a C. Em 2021 eu era o auxiliar técnico, e nós, junto com a comissão técnica, conseguimos o acesso para a Série B. E agora em 2022 como treinador tenho a oportunidade, a chance e o desafio de conseguir o acesso para a Série A. É motivo de gratidão para aqueles que acreditaram e não me canso de falar nomes. O executivo Beto Souza, o gestor Paulo Silvestri e o Edney. Essa gratidão é eterna. Esta história não acabou e quero completar mais um capítulo desta história” lembrou Carlos Pimentel.


Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Miguel Schincariol

Fotografo

30/outubro

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.