O Ituano segue na disputa

Postado em 16/10/2022

Nos últimos dois anos, o jogo Ituano e Criciúma foram emblemáticos. Os dois clubes disputaram a Série C e no ano passado subiram juntos para a Série B. Ou melhor, o Ituano comemorou no Heriberto Hulse o acesso com o empate. E o Criciúma subiu na rodada seguinte com a vitória do Ituano em casa que confirmou a presença do time na final do campeonato. Faltando quatro rodadas para terminar o Brasileiro da Série B, novamente os dois clubes estão brigando pelo acesso e realizando boa campanha na competição. Desta vez o resultado da partida foi outro. O Ituano perdeu por 3x0, mas segue na disputa. “A noite de hoje no jargão do futebol é aquela que nós falamos que nada deu certo. O Ituano tem no seu padrão um coletivo muito bem definido. Nós trabalhamos na efetividade dos setores. Hoje confesso que nenhuma das variáveis estratégicas, técnicas, e na sua disponibilidade física, não encontramos nosso melhor. Não tivemos o encaixe e o resultado foi extremamente justo para o Criciúma que dominou as ações praticamente o jogo todo. Importante lembrar que isto não apaga de maneira alguma tudo aquilo que foi criado no Ituano neste campeonato. Os números que nós tínhamos até chegar aqui neste 2º turno. Inclusive a sequência que nós faremos ainda nas três partidas” comentou o técnico Carlos Pimentel. O Ituano segue com 51 pontos. Está 5 pontos atrás do 4º colocado Vasco que empatou na rodada. A boa campanha e as disputas continuam.

Com mais de 8 mil torcedores presentes ao Heriberto Hulse, o Criciúma começou pressionando. Logo aos três minutos fez a jogada que será a tônica da partida. Ítalo fez o cruzamento e Jefferson Paulino segurou firme. Outro cruzamento e desta vez encontrou um cabeceio forte do atacante. Por cima. Em jogo muito disputado e poucas oportunidades, o Ituano ameaçou com um chute de fora da área de Aylon para a defesa parcial do goleiro Gustavo. Aos 34 veio o gol em jogada que o time catarinense estava ensaiando. Cruzamento da esquerda de Fellipe Mateus em cobrança falta para o desvio certeiro de Rodrigo. O Ituano respondeu da mesma forma. Cruzamento de Raí Ramos para o cabeceio de Aylon. Com perigo, mas para fora. No início do segundo tempo, o Criciúma chegou aos outros dois gols em jogadas semelhantes. Ítalo cruzou para o cabeceio de Rômulo. Os dois gols foram, aos 13 e 18 minutos. “Nós sabíamos o quanto o Criciúma busca uma pressão alta, enquanto sobe suas linhas de marcação. Nós tentamos criar uma superioridade na faixa central, colocando 4 homens enquanto eles tinham três. Nós não tivemos a efetividade e boa adaptação às condições do gramado. Nós não conseguimos combater o jogo de força e ocupação de espaços do Criciúma. Isso envolve a estratégia e os duelos individuais. Hoje nada funcionou. Quando num jogo nada funciona a sua proposta e seu padrão distorce. Méritos do Criciúma que soube impor seu volume e sua qualidade. Está na sua casa, ao lado de sua torcida. E foi efetivo” reconheceu Carlos Pimentel.

Desde o intervalo, Pimentel buscou alternativas fazendo mudanças. Primeiro colocou o jovem Vinicius Paiva para dar velocidade ao ataque, e na tentativa de abrir o sistema defensivo catarinense. Ele conseguiu em uma jogada pela esquerda entrar na área e finalizar. Foi travado no momento do chute e a bola saiu para escanteio. “Nós estávamos buscando uma superioridade na faixa central com 4 homens e não foi efetivo. Então busquei um padrão principalmente quando jogamos em Itu, colocando dois extremos abertos e na sequência colocamos mais um atacante. Mas independentemente do que fizemos, o Criciúma foi competente em anular nossas ações” explicou Pimentel. Faltam três rodadas para terminar a competição e são 6 clubes com diferenças de 6 pontos. O Vasco tem 56 pontos para o Londrina com 50 pontos. O Ituano tem 51 e o Criciúma tem 52, junto com o Sampaio Corrêa, próximo adversário do Ituano no sábado. A próxima rodada tem três confrontos diretos entre os 6 clubes. “A derrota atrapalha, mas de maneira nenhuma será um impeditivo para o nosso objetivo. Estatisticamente ainda existe chance. Temos 9 pontos em disputa e com 60 pontos, dois times já subiram na história da Série B. Após esta rodada veremos como estará a pontuação dos concorrentes. Como sempre fizemos desde que assumimos. Vamos jogo a jogo. Nunca criamos expectativas ou euforias. Quando atingimos a primeira meta, dos 44 pontos, deixamos claro que a próxima meta é ser o melhor clube paulista da competição. Vamos jogo a jogo. O próximo compromisso será em casa contra o Sampaio Corrêa e temos que vencer” afirmou Pimentel.

Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

 Caio Marcelo

Fotografo

16/outubro

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.