Pegorari fez os 4 jogos contra o Tombense

Postado em 31/05/2022

Neste Campeonato Brasileiro Série B, o Ituano sofreu 9 gols em 9 jogos. Se a média não é boa, a equipe passou três partidas sem sofrer gol. Na vitória contra o Bahia por 1x0 e nos empates sem gols contra o CSA e Náutico. Todos as partidas no Novelli Júnior. Se o fato de não sofrer gol é para comemorar, o empate em casa, principalmente na última partida ficou um gosto amargo. “O Campeonato da Série B é muito longo e a parte defensiva na maioria das vezes tem que ser um ponto forte na nossa equipe, até pela quantidade de jogos. Independente do jogo contra o Operário que sofremos três gols em 6 minutos, acredito que o Ituano tenha uma defesa consistente e vamos continuar tendo esta pegada nos jogos. Com relação ao último resultado com certeza, ainda mais porque perdendo o pênalti. Não é motivo para criticar ninguém. Vamos seguir focados para irmos contra o Tombense e buscar esta vitória fora de casa” comentou o goleiro Pegorari que em um terço das partidas pelo Ituano, não sofreu gol. Em 113 jogos, em 36 deles passou em branco.

Nos últimos dois anos o Ituano enfrentou 4 vezes o Tombense pela Série C. Foram dois jogos em 2020 pela 1ª fase, e no ano passado, quando os dois clubes fizeram a final do Campeonato Brasileiro. “Todas as vezes que enfrentamos o Tombense eles sempre tiveram um time muito competitivo. Não é à toa que fizeram a final no ano passado com a gente da Série C. Eles sempre estiveram buscando o acesso, assim como nós, e tanto que conseguiram. Vamos encarar este jogo contra um adversário bem aguerrido. Será difícil. Mas queremos a nossa primeira vitória fora de casa” afirmou Pegorari. Nos jogos em Tombos, foram dois empates. Um 0x0 em 2020 e 1x1 na final. Nos jogos em São Paulo, o Ituano venceu os dois. Em 2020 foi realizado em Osasco por causa da pandemia e na final no Novelli Júnior. Nos dois jogos o Ituano venceu por 3x0. Pegorari jogou estas 4 partidas. Depois dele o lateral Pacheco foi o que mais jogou. Foram 3 jogos. Das duas finais do ano passado, 9 atletas que jogaram seguem no atual elenco.  

O gramado do estádio de Tombos é muito bom. Sempre foi elogiado pelas equipes. Porem a logística para ir a zona da mata mineira é difícil. O hotel que recebe a delegação fica 50 km após a cidade de Tombos que é muito pequena com apenas 8 mil habitantes. O tempo de viagem dura 6 horas, apesar dos 351 km de distância do Rio de Janeiro até Tombos. Desta vez, o jogo será 60 km antes com uma estrada bem melhor e duração de 4 horas da capital fluminense. A CBF tem marcado os jogos em Muriaé, uma cidade grande, com 110 mil habitantes segundo o Censo de 2020. E com um bom estádio com capacidade para 13 mil torcedores. “O local da partida não serve de desculpa, porque sempre fizemos bons jogos lá em Tombos. Mas realmente jogar lá é difícil por causa da logística muito complicada. Totalmente fora da curva. Agora em Muriaé temos uma logística melhor. Que a gente possa ir lá e fazer um bom jogo e dar uma alavancada no campeonato” disse Pegorari. Tombense e Ituano está marcado para sábado, as 19 horas. Jogo válido pela 10ª rodada.

Acaz Fellegger

Jornalista Mtb 19.426 SP

Fernando Roberto

Fotografia

31/maio

Patrocinadores:
Parceiros:
COPYRIGHT © 2022 - ITUANO FUTEBOL CLUBE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.